Toque de Sol

Em uma de minhas sessões da terapia com a psicóloga, resolvemos processar o meu medo de fazer orações e entrar em contato com o divino. Ao processarmos, comecei a reviver cenas, que não sei ao certo se foram de vidas passadas, ou se foram simplesmente frutos da minha imaginação. Nestas cenas eu era julgada por alguém que eu acreditava ser meu pai. Ele me julgava, agredia e maltratava. Em um certo momento me jogou em uma espécie de sala escura, como algo parecido à uma clausura ou fundo de porão. Era um lugar úmido, gelado, nada convidativo.

Lembro-me de implorar a Deus por um auxílio, e então, algo extraordinário aconteceu. De repente uma luz de sol surgiu de um pequeno buraco na parede e tocou com ternura meu rosto, como um acalento gostoso que aqueceu meu coração e me encheu de esperança. Naquele momento percebi que meu verdadeiro PAI estava comigo e intercedia por meu chamado.

Após estas revelação, senti a presença de alguém a mais na sala em que estávamos. Era um ser de muita luz. Ele então me chamava por "filha" e me dizia que eu era muita amada. Caí em muitas lágrimas, nunca havia sentido nada parecido em toda minha vida. Era uma mistura de surpresa, gratidão e amor. Esse amor não consigo descrever, só consigo sentir. Foi algo maravilhoso.

Ficamos ali todos muito emocionados: psicóloga, eu e o ser de luz. Sim ele também estava emocionado, era nitido. Fomos agraciados com uma chuva de amor tão grande, que nos sentimos preenchidos de Deus. Foi um sentimento tão puro, tão gostoso, que espero nunca mais esquecer, e se Deus me permitir poder sentir mais vezes, pra que em algum momento eu possa transbordar esse amor para outras pessoas.

Desde então, tenho sentido Sua presença constante, não só pelos raios de sol, mas por toda beleza que nossa natureza possui. Ele está conosco o tempo todo e, se soubermos perceber, O encontraremos em pequenos detalhes. Saibamos então usufruir desse amor imenso e agradecer por estas dádivas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário